• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario

    • Liberdade Sindical
    • BRASILIT BANNER
    • Aviso desfazimento 02 2019
    • Banner eliminacao
    • banner protocolo
    • Banner audin
    • abaixo assinado trabalho escravo

    Regional de Campinas conquista o primeiro lugar na etapa nacional do Prêmio MPT na Escola

    Atibaia venceu na categoria música para alunos do 4º e 5º ano, região que representava o Estado de São Paulo teve cidades bem colocadas em todas as categorias e grupos na classificação geral

    Campinas – A comissão julgadora da 5ª edição do Prêmio MPT na Escola, de iniciativa do Ministério Público do Trabalho, divulgou a lista dos vencedores da etapa nacional de 2019. Os municípios de abrangência da PRT-15 obtiveram resultados positivos na classificação geral. O município de Atibaia conquistou um lugar de destaque ao vencer na categoria música para alunos dos 4º e 5º anos do ensino fundamental. Outras duas escolas da região figuraram entre os três primeiros colocados de seus respectivos grupos e categorias, sendo Limeira a segunda colocada em desenho para 4º e 5º anos e Charqueada que ficou com a segunda colocação na categoria música, para o grupo de alunos dos 6º e 7º anos. Essa edição oferece prêmios nas categorias música, desenho, curta-metragem, poesia e conto para alunos do ensino fundamental I e II . A solenidade de entrega dos prêmios será realizada no dia 3 de dezembro, às 14 horas, na Sede da Procuradoria-Geral do Trabalho, em Brasília.

    Imprimir

    Procurador-chefe para o biênio 2019-2021 toma posse em Campinas

    Dimas Moreira da Silva recebeu autoridades, servidores, amigos e familiares em solenidade que reuniu 100 pessoas

    Campinas – Na noite dessa terça-feira, 15 de outubro, cerca de 100 pessoas testemunharam a posse solene do procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho em Campinas para o biênio 2019-2021, Dimas Moreira da Silva. A cerimônia contou com a presença do procurador-geral do Trabalho, Alberto Balazeiro.

    Imprimir

    Município de Registro tem 8 meses para implementar serviço de saúde e segurança do trabalho

    Condenada em ação do MPT, prefeitura deve contratar profissionais para compor o SESMT e pagar R$ 50 mil pelos danos morais coletivos

    Sorocaba -O Município de Registro (SP) foi condenado pela Justiça do Trabalho a constituir e manter, no prazo de 8 meses, o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), segundo previsto na legislação trabalhista. Pelos danos morais causados à coletividade, o Município deve pagar indenização no valor de R$ 50 mil. O descumprimento da sentença acarretará multa diária de R$ 2 mil, limitada a R$ 100 mil. A ação é do Ministério Público do Trabalho em Sorocaba. Cabe recurso ao Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região.

    Imprimir

    “Capacitação para Inclusão” reúne quase 200 pessoas em Campinas

    Oficina destinada a profissionais de RH de empresas da cidade e interessados no tema teve como objetivo quebrar barreiras para a inclusão de pessoas com deficiência

    Campinas - O Ministério Público do Trabalho (MPT) realizou nessa quinta-feira (10), em parceria com a Gerência Regional do Trabalho de Campinas (Ministério da Economia) e a Fundação Feac, a oficina "Capacitação para Inclusão", destinada a profissionais de recursos humanos de empresas de Campinas e demais interessados, com o objetivo de mostrar a teoria e a prática da Lei Brasileira de Inclusão de Pessoas com Deficiência, com vistas ao preenchimento da cota instituída pela lei nº 8.213/91, e a quebrar barreiras que impedem a inclusão. O evento, que aconteceu na sede do MPT Campinas, contou com a presença de quase 200 pessoas e teve a tradução simultânea em Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). 

    Imprimir

    MPT e Judiciário de MG fazem visita a Campinas para conhecer experiência do caso Shell-Basf

    Procuradores e juíza que conduzem o caso de Brumadinho viram de perto os projetos de saúde e pesquisa construídos a partir da reversão de indenizações coletivas

    Campinas - Uma comitiva formada pela juíza Renata Lopes Vale, titular da 5ª Vara do Trabalho de Betim (MG), responsável pela homologação do acordo entre Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Vale S.A no caso Brumadinho (MG), e pelos procuradores Geraldo Emediato de Souza (coordenador do Grupo Especial de Atuação Finalística/ GEAF do caso Brumadinho) e Carlos Eduardo Almeida Martins Andrade, estiveram na região para conhecer a experiência do MPT Campinas e do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região na condução da ação civil pública (ACP-222), conhecida como processo Shell/ Basf, em que as duas empresas, após condenação, fizeram acordo para pagamento do dano moral coletivo em R$ 200 milhões, e o valor destinado a oito entidades de pesquisa e medicina, incluindo a construção do Barco Hospital Papa Francisco para atuação na Amazônia.

    Imprimir

    Fórum de Promoção da Liberdade Sindical no interior de SP será lançado no próximo dia 25 de outubro

    Iniciativa do MPT e das centrais sindicais será um espaço permanente de debates sobre o movimento sindical no âmbito da 15ª Região 

    Campinas – No próximo dia 25 de outubro, às 09h00, será realizado o evento de lançamento do Fórum de Promoção da Liberdade Sindical da 15ª Região, uma iniciativa do Ministério Público do Trabalho em conjunto com as principais centrais sindicais do Estado de São Paulo (CSB, CTB, CUT, Força Sindical e UGT). A solenidade acontecerá nas dependências do Teatro IMA Cultural, na Rua Padre João Garcia, 101, bairro Ponte Preta, em Campinas (SP). As inscrições estão abertas, e podem ser feitas aqui.

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • Portal de Direitos Coletivos