• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario

    • BRASILIT BANNER
    • Aviso desfazimento 02 2019
    • Banner eliminacao
    • banner protocolo
    • Banner audin
    • abaixo assinado trabalho escravo

    Acordo possibilita a participação do MPT em audiências judiciais por videoconferência

    Cooperação tem o objetivo de otimizar recursos públicos com o uso de tecnologia de comunicação à distância

    Campinas - Na tarde dessa quarta-feira (7), o Ministério Público do Trabalho em Campinas (MPT) e o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15) celebraram um acordo de cooperação técnica para a realização de audiências por videoconferência entre unidades descentralizadas de ambas as instituições, com o objetivo de evitar o deslocamento de procuradores às Varas do Trabalho, otimizando, assim, recursos públicos e rotinas administrativas com o uso de tecnologia de comunicação à distância.

    Imprimir

    MPT quer ampliar vagas de aprendizagem em Americana

    Audiência coletiva reunirá 119 empresas da cidade, e visa ampliar o cumprimento de cota legal

    Campinas – O Ministério Público do Trabalho quer ampliar o número de vagas destinadas à contratação de aprendizes na cidade de Americana. A instituição, em conjunto com a Secretaria de Ação Social e Desenvolvimento Humano, por meio do PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), convocou uma audiência coletiva que reunirá 119 empresas da cidade, no próximo dia 9 de agosto, às 09:00 horas, na Câmara Municipal de Americana, para falar sobre a obrigatoriedade do cumprimento da cota prevista na Lei nº 10.097/00, conhecida como Lei da Aprendizagem. Espera-se que a iniciativa provoque a abertura de vagas para jovens aprendizes no município. O evento contará com a participação do Juizado Especial da Infância e da Adolescência de Campinas (JEIA).

    Imprimir

    Com verba de acordo do MPT, Prefeitura de Campinas inaugura “Jardim dos Sentidos” em Sousas

    Iniciativa tem o objetivo de oferecer à população da cidade um espaço para aguçar os cinco sentidos, com acessibilidade a pessoas com deficiência

    Campinas - Na próxima quinta-feira (08/08), às 09h30, a Prefeitura de Campinas inaugurará o “Jardim dos Sentidos”, um espaço aberto à população que tem como objetivo trabalhar a percepção dos cinco sentidos através da interação com a natureza. O local será utilizado como espaço terapêutico para pessoas em tratamento no Centro de Referência em Reabilitação (CCR) Jorge Rafful Kanawaty. 

    Imprimir

    Seminário discute as lições do caso Shell-Basf

    vento reuniu procuradores, magistrados, trabalhadores, profissionais de saúde e outros atores, para discutir formas inovadoras de garantir saúde e segurança no ambiente laboral, à luz do caso de Paulínia

    Campinas - Na última sexta-feira (2), a Justiça do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho realizaram o Seminário “As Grandes Contaminações e suas Repercussões: As Lições Extraídas do Caso de Paulínia”, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, em Campinas. O evento teve como objetivo discutir a história da contaminação do meio ambiente no notório caso Shell-Basf, as questões relacionadas à saúde dos trabalhadores e seus familiares, os meios adequados para a adoção de medidas inibitórias e a conciliação de conflitos.

    Imprimir

    MPT e TRT visitam instituições beneficiadas do caso Shell-Basf

    Procuradores, magistrados e advogados foram recebidos no Hospital de Amor e no Centro Boldrini, em Campinas

    Campinas - Uma caravana de magistrados, procuradores, advogados, servidores e vereadores visitou, na quinta-feira (1), duas instituições beneficiadas com parte da indenização por dano moral coletivo do caso Shell/ Basf: o Hospital de Amor e o Centro de Pesquisa Boldrini, ambas em Campinas. Em comum, os membros do grupo possuíam a participação direta ou indireta no acordo firmado em 8 de abril de 2013, que fixou em R$ 200 milhões o valor da indenização paga pela multinacional anglo-holandesa, após 30 anos de contaminação do entorno do bairro Recanto do Pássaros, em Paulínia.

    Imprimir

    Justiça decreta a indisponibilidade de bens da Eli Lilly até o valor de R$ 500 milhões

    Medida cautelar tem o objetivo de garantir o tratamento de saúde de centenas de trabalhadores; saída da multinacional do Brasil fundamentou decisão do Judiciário

    Campinas - Nessa sexta-feira (12), o Juízo da 2ª Vara do Trabalho de Paulínia atendeu parcialmente aos pedidos do Ministério Público do Trabalho (MPT), determinando a indisponibilidade de bens imóveis da Eli Lilly, multinacional norte-americana do setor farmacêutico, no limite de até R$ 500 milhões. A medida tem como objetivo garantir o pagamento do tratamento de saúde de centenas de trabalhadores expostos a contaminantes na fábrica da empresa em Cosmópolis (SP). 

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • Portal de Direitos Coletivos